Gallery

Review: Alcatel OneTouch Idol

Por: Vinícius Lopes - Tecnologia em Geral

A Alcatel é pouco conhecida no Brasil mesmo estando em território brasileiro desde o final da década de 90, a empresa tem forte concorrência da Samsung e LG e por isso investe no mercado de entrada como empresas brasileiras, no final do ano passado ela lançou o Idol como aparelho intermediário até com boas configurações para a época como um processador Dual-core de 1GHz e 1GB de RAM mas o que chama a atenção no aparelho é seu visual com design fino e bem construído, confira o que eu achei do aparelho que agora é um ótimo custo benefício no mercado brasileiro:

Preço

Nunca comecei  falando sobre o preço do produto mas vamos ter uma excessão, o preço do Alcatel Idol oficialmente é de R$ 699  mas com esse investimento é melhor comprar logo um Moto G de segunda geração, mas algumas lojas andam vendendo o celular por até R$399 por esse preço ele é o melhor custo benefício do mercado até mais que o Moto E, pelo fato dele ter uma tela maior e com maior capacidade de armazenamento.

Design

O Alcatel Idol se difere dos concorrentes pelo seu design, com 7,9mm de espessura ele é o mais fino de sua categoria, a traseira é em plástico mas diferente dos aparelho da Samsung ele se mostra bem construído, a parte frontal é toda em vidro DragonTrail resistente a riscos mas não chega a ser tão resistente quanto o Gorila Glass mas até da para o gasto
Uma coisa boa do aparelho é que os botões são capacitivos, ou seja, não são dentro da tela como os Androids Puro mas mesmo assim eles são padrões do sistema deixando assim a tela livre para as aplicações.

Nas laterais temos botões de volume e duas entradas para microSIM no caso do modelo Idol 6030N (versão testada), na versão 6030A tem uma entrada para microSIM e microSD, embaixo temos um microfone e uma entrada micro USB.

Na parte de cima temos uma entrada de áudio e botão de energia, lembrando os antigos iPhones.
Já na traseira encontramos uma câmera de 8MP acompanhado de um flash simples, uma pequena caixa de som, design bem simples, e esse é o charme do aparelho. Como disse anteriormente a traseira é de plástico imitando aço escovado, em alguns países a traseira é mesmo em aço escovado, mas isso não importa pois é bem construido e mostra firmeza, mesmo as vezes sendo um pouco escorregadio na mão, no Brasil o aparelho foi lançado em três cores: Cinza, Azul Cobalto e rosa, em outros países é possível encontrar ele em mais de 10 cores diferentes como Amarelo, verde e até vermelho Ferrari.

Uma coisa boa da traseira que é comprovada com o tempo é que mesmo arranhada ou com manchas elas não são demostrada, é uma sensação de ter um celular novo sempre mas mesmo assim a traseira arranha fácil, depois de 6 meses de uso a parte frontal está intacta enquanto a traseira não, mas como disse é difícil de ver.

Tela

A tela do Idol tem 4,7 polegadas com resolução qHD, ou seja, 960x540 a mesma resolução do Moto E 2014, mas mesmo sendo uma tela maior a qualidade é boa para o preço já que é difícil ver os pixels.
Como disse anteriormente a parte frontal do aparelho tem proteção DragonTrail concorrente do Gorilla Glass, é muito utilizado pela Sony e pela Alcatel/Panasonic, é muito boa no que promete, depois de 6 meses de uso a tela não tem quase nenhum arranhão mesmo esquecendo ele junto com chaves dentro do bolso da mochila.
Colocando o Alcatel Idol, Moto G e o Lumia 630 lado a lado da para perceber que o Lumia e o Idol ganham em qualidade de cores já o Moto G fica na lanterna mesmo tendo a maior resolução mostrando que mesmo sendo superior tecnicamente ela perde em uso prático.

Jogos

 A GPU SGX531 Ultra é fraca mas se mostrou boa até mesmo em jogos pesados, rodou o jogo GTA SanAndreas com os gráficos no médio e resolução máxima, nos gráficos máximos e resolução pela metade rodou com pequenos engasgos, mas jogável. Um ótimo resultado vendo que ele engasga até mesmo no Moto G e Moto E 2015.

  O jogo Asphalt 8 rodou sem nenhum problema nos gráficos mínimos e médios, nos gráficos máximos ai não teve jeito, engasgou bem.

  Em jogos básicos como Subway Surfers, Sonic Dash, Leo's Fortune, não precisa nem falar, rodou sem nenhum problema ou engasgo.

Memória

A memória do aparelho é a maior da categoria com 16GB (com cerca de 13GB livres para o usuário) mas sem opção de expansão, isso por um lado é bom e por outro ruim:

O lado bom é que o smartphone sem expansão é que ele fica realmente mais rápido como a Google cita já que o cartão ocupa uma parte do processador.

Já o lado ruim é a limitação de arquivo na memoria que mistura com apps e outros arquivos como música e vídeos pode acabar rápido com o passar do tempo.

Enfim mesmo ele sendo um pouco inferior no hardware que o Moto E 2014 ele consegue ser mais rápido nas tarefas que o mesmo. Em alguns casos mais rápido que o Moto G como veremos a seguir.

Sistema Operacional

  O sistema operacional do aparelho é o Android 4.1 Jelly bean o que é um ponto negativo já que é uma versão defasada do sistema que está atualmente na versão 5.1 Lollipop.

Isso é um ponto ruim do aparelho, mas um pouco amenizado pela qualidade de produção, o sistema se integra perfeitamente ao hardware do aparelho e isso causa uma fluidez muito boa.

A fluidez era tão grande como vista no Nokia X (Aparelho da Nokia com Android completamente modificado), resolvi então investigar a estrutura do Android da Alcatel, e para minha surpresa era a mais sofisticada do que encontrada no aparelho da Nokia, ou bom trabalho dos desenvolvedores da empresa.

Infelizmente os pontos positivos do sistema terminam aqui isso pois o aparelho vem completamente cheio de aplicativos a maioria são "desinstaláveis" mas é só ilusão já que continuam ocupando espaço.

Cerca de 70% dos após são de terceiros como Facebook, Twitter, Evernote, ect... Até que esses são bons, mas alguns como PicSay já foram abandonados pelos desenvolvedores a muitos anos, sua última atualização por exemplo foi na época do Android 2.1, ou seja, um app jurástico. Já os restantes são da própria Alcatel como o Onetouch Cloud que armazena os dados do aparelho na nuvem.
Temos também um APP para comparlhar arquivos na mesma rede wi-fi, um gerenciador de arquivos, entre outros, completo para ser seu primeiro smartphone.

Câmera
Foto tirada com o Alcatel Idol

A câmera do Idol tem 8MP que é a mesma encontrada no seu concorrente CCE SK504, a qualidade é melhor mas não excelente, é um aparelho para quem gosta de tirar fotos, mas sem profissionalismo, é boa em fotos de dia, mas a noite mesmo com flash a qualidade é ruim.

A gravação de video é boa para um aparelho nessa faixa de preço nisso ele surpreendeu, ele filma em HD mas como ele tem dois microfones a qualidade de audio é ótima.

O software da câmera é bem competente e com as funções necessárias com um fácil acesso, é melhor por exemplo que o software da motorola que de tão simples dá até raiva, ou o da Samsung e Sony que é cheio de função que polui da tela.

Menção honrosa para...

Os software de Rádio FM e a entrada para fone de ouvido

Duas coisas que geralmente as fabricantes nem ligam, o software de Rádio FM é bonito e bem funcional, você pode memorizar todas as emissoras da sua região e dar os respectivos nomes em uma interface clara e de fácil acesso, realmente um dos melhores que já vi até agora em smartphones.
Já a entrada para fone de ouvido foi bem cuidada pela Alcatel, dá para perceber que a empresa não economizou na entrada, ela é padrão P3, ou seja, aceita fone e/com microfone, mas a qualidade de audio que chama a atenção muito boa, fiz um teste com o fone de ouvido da Motorola em um Moto G e no Idol com a mesma música, no Moto G o som pareceu um pouco abafado, já no Idol os graves e qualidade em geral foi muito bem.

Prós

- Tela de boa qualidade
- Bem construido
- Bom gerenciamento de processamento e memória
- boa câmera
- boa memória interna (16GB)

Contras

- Android desatualizado
- Câmera frontal
- Sem entrada para microSD
- Bateria podia ser melhor
- Muitos apps pré-instalados

Vale a pena?

Sim, dependendo do preço, ainda mais que agora a Alcatel irá lançar o Idol 3 aqui no Brasil o preço dele deverá cair ainda mais.
Ele é uma melhor opção que por exemplo o Moto E 2014 (versão mais simples) ou qualquer Samsung da mesma faixa de preço.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

3 comentários

Clique aqui para comentários
laura
admin
9 de abril de 2015 01:34 ×

Os celulares das alcatel apesar de ser pouco conhecido são muito bons. Recomendadissimo

Responder
avatar
26 de abril de 2015 21:16 ×

São pouco conhecidos mesmo, mas a empresa já está a décadas no mercado é somente por marketing mesmo, já tive 5 celulares da Alcatel e recomendo a marca, são bem resistentes

Responder
avatar
faizan
admin
6 de junho de 2015 03:43 ×

thanks admin really appreciated work.

Responder
avatar
Obrigado pelo seu comentário